TRAGÉDIA DE BRUMADINHO

,Tragédia de Brumadinho, 01 ano de perguntas sem respostas, Nada que se compare as vidas ceifadas. a seguir leiam o poema tragédia de Brumadinho…

45996440185_64fa8d58b8_z

Brilha o sol naturalmente,

Nos domínios, da casa cósmica.

O caminho é áspero e sombrio,

Passos lentos, rugas no rosto,

Brilho no olhar

Gemidos, soluços, silêncio

Melancolia…

É preciso gritar,

Ecoar vozes para que seus

Ecos possam transpor os paredões

Rochosos de Minas e sejam ouvidas,

Além das fronteiras,

Além- mar…

Vale que sangue derrama,

Vale de lágrimas…

Em meio os escombros a vida

Ainda suspira,suspiro de alguém

Que com a voz fraca chama,

Ou por justiça, clama,

Vale de lama…

Ainda ouço o som dos rejeitos

E enxurradas de lama,

Nas portas que inunda

E arrastam com consigo casas, fauna, flora

Vidas…

Lágrimas nos olhos de alguém,

Que ama…

E que, só quer um corpo enterrar,

Antes que a luz do dia se declina

No horizonte,

E noite turva lhes evolva

Em trevas

Mãos de anônimos,

Que salva

Bombeiros que aflitos trabalham,

Alívio da alma

Povo que angustiado chora...

Marcas de uma dor que

Não catrciiza

Processos julgados

A revelia

Corpo que no túmulo,

Descansa

Na lápide fria, nomes,

Lembranças...

Aos vivos a a esperança,

Que ainda sonham seus entes queridos

Encontrar

Neste vale de lama,

Que sangue derrama

Orlando Nogueira (O Poeta Carvoeiro)

Betim, 23/01/2020

10 comentários

    • Ana o poeta anuncia denúncia, busca alento nas palavras ele também se coloca no lugar de cada família que perdeu tudo muito além de bens materiais à vida de entes queridos, a poesia é uma forma de denunciar é uma forma de também de ver que apesar do sofrimento daquela gente eles mantêm à esperança diante da dor sofrida e do descaso de nossos governantes e empresários. Obrigado pela leitura um abraço fraterno do poeta Carvoeiro!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s